Categoria: Reality

Paredão: BBB X Faculdade

Primeiro, queria declarar minha revolta em ir pra faculdade em janeiro por causa da greve que não deu em nada. Poxa, além de ser desumano andar nesse calor, não tô podendo acompanhar o BBB direito! Pareço uma velha e caio no sono antes do programa começar. E quando aguento ficar acordada, tô fazendo trabalhos gigantescos pra terminar o segundo semestre do ano passado. Ninguém merece isso não…

Deixando minha vida acadêmica de lado, vamos falar de coisa boa, vamos falar de BBB! O que mais gosto de fazer no primeiro mês do ano é acompanhar o reality (pra vcs verem como minha vida bomba em janeiro… #triste). Sim, sei que é um programa baixo, bobo, de gosto duvidoso, mas é viciante! Adoro as confusões e os discursos super intelectualizados do Bial. No entanto, essa edição ainda tá meio devagar, quase parando… E não acho uma boa ideia colocar participantes antigos, dá uma sensação de déjà-vu. O legal do Big Brother é ir descobrindo as pessoas e ir mudando de opinião de acordo com suas ações no jogo. Aí, chega gente que vc já conhece e sabe como vai agir. É meio entediante. A não ser que o indivíduo seja uma espécie de Dourado, faça a fênix e te surpreenda! Raríssimo isso acontecer outra vez.

Torço pro grupo dos novatos, mas também gosto do Eliéser. Nunca pensei que diria isso, mas ele tá jogando bem! Tá, ele é meio bobão, mas dá pra ver que é gente boa. E tá menos burro! No mais, Fani continua falsa, Yuri tá sendo mau-caráter de novo e a versão mais comedida da Natália é uó. Ah, e a Maroca!? Tanto ex-BBB dando sopa por aí e me chamam a Anamara!? Sério isso, Bial!? Ô mulher insuportável… A voz dela me irrita. Dos novos, gosto da Fernanda e do André. Fiquei decepcionada com o Dhomini que perdeu o jeito de jogar e o Bambam já foi tarde. Essa é minha opinião so far já que tudo pode mudar a qualquer momento! Essa é a graça do reality! Esse BBB ainda não tem dono.

Anúncios